ProjetoReforme

O projeto REFORME foi iniciado nos meados de 2014 com a implementação da metodologia MSR – MANEJO SUSTENTÁVEL DE RESÍDUOS para a criação e manutenção do Programa de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (obrigatório conforme Lei Federal 12.305/2010) na empresa GOCIL – Segurança e Serviços.

A Gocil descarta 2 toneladas de uniformes por mês, onde a grande maioria eram incinerados e uma pequena parte doados, ambos sem a certeza do destino e da atividade fim executada e sem indicadores socioambientais claros e auditáveis.

A implementação do MSR para a gestão dos uniformes descartados gerou oportunidade para a gestão de outros dos resíduos como plástico, papel, cartonada, vidro, têxtil e até perigoso em todos os pontos de geração.

O trabalho identificou pontos de melhoria e eficiência nos processos da Gocil visando a gestão dos impactos sociais e ambientais das suas operações.

Uma Teia de organizações integradas foi estruturada para que os uniformes (e todos os outros resíduos) sejam reaproveitados e possibilite uma destinação ambientalmente correta, socialmente justa com potencialidade de geração de emprego e renda em toda a cadeia de resíduos e economicamente viável.

Todo o resíduo tem potencialidade de tornar-se matéria prima para outras cadeias de valores.

Visite o site do Projeto REFORME – clique aqui

Atividade:

  • Os uniformes são classificados conforme a demanda de reaproveitamento (upcycling, reforma, revenda, reciclagem, novos produtos e doações).
  • Os uniformes com logomarca são descaracterizados, gerando mão de obra constante com renda nas instalações da Gerador.
  • Os uniformes são identificados através do MSR quanto o seu volume, seu acondicionamento e seu destino. Toda a rede é avisada automaticamente neste momento;
  • Os resíduos sólidos recicláveis são segregados na geração, acondicionados conforme normas técnicas e através de campanhas com colaboradores;
  • Uma das empresas da Teia faz a coleta e transporte até os destinos;
  • Os uniformes são encaminhados para organizações que trabalham com reaproveitamento de resíduos têxteis;
  • O Gerador adquire frequentemente produtos que são oriundos de seu próprio resíduo.
  • Nesta transformação, todo o resíduo é reaproveitado em outras cadeias.

Resultados:

  • 02 toneladas por mês de uniformes da GOCIL reaproveitados desde 2014;
  • 05 colaboradores da MAXTRANS LOGÍSTICA na coleta e transporte resíduos;
  • 04 cooperados na transformação do resíduos sólidos recicláveis – não têxtil;.
  • 125 jovens frequentadores da CLASA na oficina têxtil;
  • 22 mulheres que trabalham em Oficinas de Costuras e Autônomas;
  • 05 atendidos pelo núcleo NUTRARTE que trabalham na lavagem dos uniformes;
  • 03 cooperadas da COOPCENT ABC que trabalham  nas instalações do GERADOR.

E mais…

  • 2.323 pessoas envolvidas indiretamente no projeto sendo 200 cooperados na COOPCENT, 525 mães e/ou responsáveis pelos jovens da CLASA, 1.600 pessoas assistidas pela Casas André Luiz, várias doações a acesso a produtos mais baratos.
  • Empoderamento feminino: 04 na Nutrarte, 03 da Coopcent, 22 Costureiras

Enquanto isso no gerador..

  • Deixa de enviar cerca de 40 toneladas por mês de resíduos sólidos para aterros sanitários; (uniformes, plástico, papel)
  • Os uniformes da empresa deixam de ser incinerados, e passam torna-se matéria prima em vários segmentos de mercado;
  • Utiliza o aplicativo MSR onde gerencia e rastreia remotamente todo e qualquer resíduo, e saberá exatamente qual a destinação do seu resíduo;
  • Responsabilidade Socioambiental;
  • Mitigação dos gases efeito estufa;
  • Adoção de novas tecnologias viáveis nas quesitos financeiros e socioambientais.
  • Redução de custos na gestão de resíduo.

 

Fale conosco

fone: (011) 97956-0282 – email: jamile@gaeasustentavel.com